Saiba como o Programa Amazônia contribui para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Erradicação da pobreza
ODS 1: Erradicação da pobreza

Atuamos há 17 anos em parceria com cooperativas agroextrativistas na região amazônica, gerando desenvolvimento e renda para quase 2 mil famílias e impactando diretamente a melhoria de qualidade de vida de cerca de 8 mil pessoas.m parceria com comunidades da Amazônia, o desenvolvimento de Cadeias Produtivas Sustentáveis contribui para a redução da pobreza e da vulnerabilidade da região.


 

ODS 2: Fome e agricultura sustentável

Priorizamos modelos de produção que garantem a segurança alimentar das comunidades envolvidas, como os Sistemas Agroflorestais (SAF´s). Chamados por muitos de florestas de alimentos, trazem geração de renda às comunidades ao mesmo tempo que garantem a segurança alimentar e a preservação da floresta. 

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Fome e agricultura sustentável

 

ods_3
ODS 3: Saúde e bem-estar

A inclusão social e geração de renda ampliam a capacidade de acesso das comunidades ribeirinhas a serviços de saúde e melhoria na qualidade de vida.  É o caso do Médio Juruá, no Amazonas, onde o acesso à água tratada está contribuindo diretamente para a redução da mortalidade infantil, melhoria nas condições de saúde e bem-estar de mais de 500 comunidades ribeirinhas. 


 

ODS 4: Educação de qualidade

Apoiamos o fortalecimento de 30 escolas rurais comunitárias no Pará que viabilizam o acesso de 2 mil jovens a uma educação voltada à floresta de qualidade e com formação técnica aplicada à realidade local, que amplia as oportunidades para uma vida mais digna e próspera na floresta. 

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Educação de qualidade

 

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Igualdade de gênero
ODS 5: Igualdade de gênero

O trabalho com espécies da biodiversidade contribui para importantes avanços em relação a formação de lideranças femininas e a oportunidades de capacitação, trabalho e renda às mulheres na Amazônia. Entre os ativos que utilizamos e que auxiliam essa igualdade, podemos destacar o Açaí, fornecido pela cooperativa COOFRUTA, que tem em seu quadro de associados 78 mulheres agricultoras (50%) que participam ativamente da administração e das assembleias; e a Priprioca, que é cultivada em conjunto com o MIIB – Movimento das Mulheres das Ilhas de Belém, que reúne mulheres das 6 ilhas do entorno de Belém.


 

ODS 6: Água potável e saneamento

Por meio de uma parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, desde 2015 o Projeto SANEAR AMAZÔNIA leva infraestrutura de saneamento básico e acesso a água potável para 500 famílias ribeirinhas da região do Médio Juruá, no Amazonas.

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Água potável e saneamento

 

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Trabalho descente e crescimento econômico
ODS 8: Trabalho descente e crescimento econômico

O Programa Amazônia tem como premissa o desenvolvimento econômico inclusivo e sustentável, contribuindo para o desenvolvimento de lideranças, fortalecimento de cooperativas e geração de emprego e renda à 24 comunidades e quase 2 mil famílias na região.


 

ODS 9: Indústria, inovação e infraestrutura

Investimos em inovação, capacitação e infraestrutura de campo para alavancar a competitividade das 24 cooperativas com as quais temos parceria na Amazônia. Para agregar valor à produção, foram instaladas 7 micro usinas locais.  Além disso, conectamos as cadeias produtivas sustentáveis à demanda de empresas por insumos da biodiversidade através do Ecoparque, pólo industrial voltado à economia de floresta em pé localizado em Benevides, no Pará.  

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Indústria, inovação e infraestrutura

 

Objetivo de Desenvolvimento Sustentável, Redução das desigualdades

ODS 10: Redução das desigualdades

A Amazônia tem uma das rendas per capita mais baixas do país, além de indicadores sociais inferiores à média brasileira. Estimulando uma economia de floresta em pé como alternativa de desenvolvimento para a região, o Programa Amazônia contribui com uma nova perspectiva de negócios, geração de riquezas e valor compartilhado na região.


 

ODS 11: Cidades e comunidades sustentáveis
Além de contribuir para o desenvolvimento sustentável de comunidades tradicionais e ribeirinhas da Amazônia, Natura Ekos contribui para diminuir um dos maiores problemas das cidades: o lixo.
Nossas embalagens são feitas com PET 100% reciclado, assim elas podem ser reaproveitadas, livrando as cidades de toneladas de plástico que iriam para o lixo
Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Cidades e comunidades sustentáveis

 

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Consumo e Produção responsáveis
ODS 12: Consumo e Produção responsáveis

Investimos em fortalecimento de lideranças e cooperativas, rastreabilidade, prática de comércio justo e ético, repartição de benefícios por acesso a patrimônio genético e conhecimento tradicional, projetos de melhoria social, agregação de valor local com a instalação de micro usinas nas comunidades e sistemas de produção e manejo sustentável, como a agricultura orgânica, sistemas agroflorestais e manejo florestal.


 

ODS 13: Mudança global do clima

Hoje, 41% da Carteira de Projetos de Compensação de Carbono da Natura é destinado a Projetos na Amazônia. São 1,2 mihões toneladas de CO2 que deixaram de ser emitidos na atmosfera graças ao apoio a projetos com foco em eficiência energética, restauro de áreas degradadas e conservação florestal (Redd+).

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Mudança global do clima

 

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Vida na terra
ODS 15: Vida na terra

Buscamos promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerindo de forma sustentável as florestas e revertendo a degradação da terra e a perda da diversidade.  Através do Programa Amazônia Natura contribuímos para a conservação de mais 256 mil hectares de floresta em pé, o que equivale à área de 277 mil campos de futebol. 


 

ODS 16: Paz, Justiça e instituições eficazes

As comunidades ribeirinhas da região do Médio Juruá são as responsáveis pelo fornecimento da Andiroba para Natura Ekos. O manejo desse ativo é feito de forma sustentável, o que fortalece a economia local, mobiliza as organizações comunitárias e contribui de forma decisiva para a preservação das florestas. O mesmo acontece com o Murumuru que antes não tinha valor perante a comunidade, era derrubado e estava na lista de espécies ameaçadas de extinção. Hoje, após estudos realizados, ficou comprovado que o ativo possui benefícios cosméticos. Assim, ele ganhou valor e passou a ser relevante para o desenvolvimento sustentável da região.

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Paz, Justiça e instituições eficazes

 

Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, Parcerias e meios de implementação
ODS 17: Parcerias e meios de implementação 

Atuamos em parceria com comunidades de base, governos, ONGs e empresas locais em arranjos de desenvolvimento territorial. Essas iniciativas fortalecem lideranças e instituições, e fazem convergir esforços dos vários atores locais em prol do desenvolvimento e melhora na qualidade de vida da região. Um grande exemplo é o Arranjo de Desenvolvimento Territorial do Médio Juruá, projeto que teve importantes conquistas até 2015.Alguns deles são reforma da usina de oleaginosas com ganhos de 25% em eficiência, construção de mais de 1 quilômetro de trapiche para melhoria de escoamento da produção, acesso ao saneamento básico e água tratada a 500 comunidades ribeirinhas, formação técnica profissionalizante em floresta e desenvolvimento sustentável.

Nosso modelo de negócio