Ética e compliance

A Natura tem como valor ético a construção de uma sociedade mais justa, igualitária, participativa e democrática, que valoriza características como honestidade, integridade e transparência em todas as suas atividades e negócios, incluindo as relações com o governo.

Para garantir que essa conduta se cumpra sem exceção em toda a cadeia, e que esses comportamentos estejam assimilados e realizados por todos os colaboradores ou aqueles que representam a Natura, temos processos robustos de compliance que acompanham o cumprimento do Código de Conduta e da Lei Anticorrupção (Lei nº 12.846/2013). Compliance tem origem no verbo em inglês to comply, que significa agir de acordo com uma regra.

A Natura é reconhecida por sua transparência e ética. Em 2016, recebeu o Selo Pró-Ética do Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União e por cinco anos (2012 a 2016) foi eleita a empresa mais ética na categoria de Saúde e Beleza pelo Instituto EthiSphere.

Para que isso se mantenha, todos os colaboradores devem ter segurança sobre o que podem ou não fazer e denunciar práticas que não estejam em conformidade com os pilares e normas da companhia.

Histórico

Em janeiro de 2014, entrou em vigor a chamada Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013). Desde então, empresas envolvidas em atos de corrupção contra a administração pública — seja nacional ou estrangeira — podem ser alvos de processos civis e administrativos. As multas giram em torno de 0,1% a 20% do faturamento anual bruto e, em alguns casos, a Justiça pode determinar o fechamento da companhia. A Natura enxerga a aprovação dessa lei como uma evolução significativa para as questões de ética e integridade no País.

Em 2000, a Natura foi uma das primeiras empresas a aderir ao Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção. Ele foi elaborado pelo Instituto Ethos em parceria com a Patri Relações Governamentais, o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o UNODC (Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime) e o Comitê Brasileiro do Pacto Global.

O Código de Conduta, implantado em 2013, é uma evolução dos nossos Princípios de Relacionamento lançados em 2006. Com ele, procuramos tratar com objetividade de temas ligados ao nosso cotidiano de relações. Hoje, já estão disponíveis as versões para nossos Colaboradores, Fornecedores e Força de Vendas, no Brasil e Operações Internacionais.

A Lei Anticorrupção reforçou a importância do tema e serviu como estímulo para que o compliance fosse aprimorado, fortalecendo o compromisso com uma boa governança por meio da transparência, equidade e prestação de contas.

Conduta para a Natura

A Natura proíbe qualquer prática por parte de seus colaboradores, terceiros, fornecedores e prestadores de serviço de pagamento ou recebimento facilitado (suborno). O Código de Conduta e a Política de Integridade contra Corrupção e Suborno da Natura não permitem que colaboradores, terceiros, fornecedores e prestadores de serviço se envolvam em qualquer atividade corrupta e, de forma direta ou indireta, ofereçam, prometam, forneçam ou autorizem qualquer pessoa a fornecer dinheiro ou qualquer coisa de valor a algum agente público ou a qualquer pessoa física ou jurídica com o propósito de obter ou acumular qualquer vantagem imprópria. Releia os detalhes do Código de Conduta e da Política de Integridade contra Corrupção e Suborno (PO-0053), mencionada no código.

A área de Compliance, em conjunto com Auditoria, Gestão de Riscos e Ouvidoria, é responsável por garantir a existência de um conjunto estruturado de processos e procedimentos que assegurem à Natura o cumprimento da Lei Anticorrupção (Lei nº 12.846/2013), Código de Conduta e gestão da política de integridade contra corrupção e suborno, além de fomentar a cultura de compliance dentro da companhia e garantir isonomia no tratamento de denúncias.

No dia a dia, Compliance deve ser acionado em todos os assuntos relacionados a conflitos de interesse, corrupção, suborno, risco de dano à imagem ou perda financeira relevante, vazamento de informações e envolvimento de agente público, Diretor, Vice Presidente, Presidente e membro do Comitê de Auditoria ou do Conselho de Administração em quaisquer denúncias relacionadas à Lei Anticorrupção ou ao Código de Conduta.

A empresa atua por meio de diálogo claro, transparente e apartidário, capaz de constituir relações positivas e nos posicionar como agentes que buscam transformar a sociedade brasileira e em conformidade com a legislação. A Ouvidoria é o canal oficial da Natura para registro e apuração dos casos de denúncia de descumprimento ao Código de Conduta, incluindo denúncias de fraude, suborno e corrupção. Toda manifestação recebida é tratada com confidencialidade e os manifestantes são protegidos contra represálias. Para dúvidas sobre Compliance, entre em contato pelo e-mail compliance@natura.net.