< VOLTAR A CATEGORIA

GUIA DE CUIDADOS

COMBATE CRAVOS E OLEOSIDADE COM O GEL DE LIMPEZA FACIAL

Por:

papo_de_homem

destaque_do_post_939x458px

A pele masculina é geralmente mais oleosa e tem maior tendência ao aparecimento de cravos do que a pele feminina. Com isso em mente, o Gel de Limpeza Facial de Natura Homem é a ferramenta ideal para combater as sujeiras, o estresse e outras coisas que obstruem nossos poros no dia a dia. Saiba como ele funciona na prática.

O gel de limpeza facial Natura Homem controla a oleosidade da pele ao mesmo tempo que desobstrui os poros. Por que isso é benéfico para os homens?​

O gel de limpeza reduz e controla a oleosidade da pele masculina, que apresenta maior tendência para surgimento de cravos. A fórmula foi desenvolvida com um esfoliante químico (ácido salicílico, um ingrediente seborregulador clássico) que promove uma limpeza da pele e dos poros, removendo células mortas, sujeiras e poluentes.

 

O ácido salicílico colabora com a limpeza. Como acontece a desobstrução dos poros?

A obstrução dos poros se dá pelo acúmulo de camadas de células “velhas”, sujeiras e sebo que se depositam em regiões específicas da pele chamadas de infindíbulos (poros). O ácido salicílico apresenta uma ação reconhecida pela seu efeito de esfoliação química (peeling químico) na superfície e nesses poros da pele. A característica química dele garante um efeito de amolecimento das células mortas e do excesso de oleosidade, facilitando a remoção destes agentes que obstruem os poros da pele no próprio processo de limpeza.

 

A betaína de cupuaçu, também parte da composição, controla a oleosidade. Como isso acontece?

A betaína de cupuaçu é um tensoativo natural, que reduz a tensão superficial de líquidos (os detergentes são um exemplo comum de tensoativo no nosso dia a dia). Ela remove componentes que tornam a pele oleosa, como gorduras e ácidos graxos.

No modo de usar, recomendamos usar o gel de limpeza facial de Natura Homem 2x ao dia (manhã e noite) e com o rosto molhado. Por quê?

Para uma pele oleosa, aconselha-se minimamente que seja feita limpeza duas vezes ao dia (uma no período da manhã e outra no período da noite). Nestes dois períodos a pele produz e acumula quantidade excessiva de oleosidade superficial cutânea. No período noturno, após um dia de exposição a sujeiras, poluentes e radiação, a pele precisa  ser “purificada” por meio de uma limpeza mais profunda, capaz de remover todos os detritos acumulados ao longo do dia.  É válido lembrar também que, na rotina, outros fatores podem contribuir para a produção excessiva do sebo. O estresse, por exemplo.

A lavagem excessiva/muito frequente de uma pele com tendência oleosa com agentes de limpeza é desaconselhável. Nestes casos, pode-se conceber um efeito “rebote” (em outras palavras, os mecanismos biológicos naturais entendem que a pele não tem quantidade de óleo suficiente e começam a sintetizar ainda mais óleo).