< VOLTAR A CATEGORIA

O QUE APRENDI

Sou homem, forte e negro, e as pessoas pensam que sou violento ou limitado por isso | Caixa-preta #21

Por:

papo_de_homem

O Diógenes é um cara tranquilo que frequentemente é confundido com alguém mais truculento por ser grandão e negro. Dos estereótipos que embaçam nossa visão

 

Ser um cara negro e grandão, forte, "parrudo", faz do Diógenes um estereótipo. "Bom, já que ele é assim, aposto que é um tipo machão, que sabe se impor nos locais e na rua, que usa seu tamanho para naturalmente intimidar as pessoas, além de alguma ferocidade que os negros carregam consigo".

Que pensamento maluco.

O Diógenes é web designer e das pessoas mais doces e tranquilas. Tem sua fala eloquente, serena…

Até uma colega de sua esposa uma vez falou: "ah, mas você não é um negão negão, né?" e, quando ele perguntou o que era ser um "negão negão", teve a resposta: "Você não é mano, né? Você até fala de alguns outros assuntos, às vezes".

A expectativa é que um cara grandalhão seja mais agressivo no jeito de lidar com as coisas, que tenha um comportamento mais bruto e uma linha de raciocínio mais limitada.

"Ainda é uma questão pra mim, de vez em quando, de ser machão, de ser o viril, de ser o cara mais agressivo porque, às vezes, isso me incomoda e para as pessoas até assusta eu não ser esse cara mais machão, talvez por causa do meu tamanho".

E mais:

"As pessoas esperam que eu tenha atitudes mais expansivas, mais agressivas. E eu não consigo".

A complicada situação de não ser o que as pessoas esperam de você no simples ato de te olhar. O Diógenes segue sua vida com o lema de que não tem que agradar todo mundo, que não dá pra forçar algo que não é natural.

Ainda bem. Que bom podermos ser quem simplesmente somos.

 

E ainda tem uma segunda parte

É tanta coisa para se absorver de uma fala como esta que preparamos uma segunda parte da conversa com o Diógenes, em que ele fala de quando seguranças de um carro-forte acharam que ele tinha intuitos de assaltar um banco e da relação dele com sua mãe, uma mulher negra e nordestina que trabalha há mais de vinte e cinco anos no sistema prisional.

Vale cada minuto:

 

* * *

 

Para ler mais:

Serão os negros criminosos?, escrito pelo Alex Castro;

Como seria o mundo se você não estereotipasse ninguém?, escrito pelo Bruno Passos;

Senzalas & campos de concentração, escrito pelo Alex Castro.

......................................................................................................................................................................................................................................................................

 

MAIS ALGUMAS MATÉRIAS QUE PODEM LHE INTERESSAR

Separamos algumas matérias que debatem a diversidade masculina:

 

pp1

CUIDAR DA SAÚDE (EMOCIONAL) TAMBÉM É COISA DE HOMEM​

O número de homens que se matam no Brasil é quase quatro vezes maior que o de mulheres...

                       

CONTINUAR LENDO

 

pp_muito_alem_macho

SER HOMEM VAI MUITO ALÉM DE SER MACHO          

Desde o berço, os homens aprendem que um sujeito macho é aquele que está pronto para o que der e vier. Enfrenta qualquer batalha sem fraquejar...

CONTINUAR LENDO

 

pp2

REDEFINA SUCESSO: HOMENS PODEM IR ALÉM DO PAPEL DE PROVEDOR FINANCEIRO​​

Desde pequenos, nós ouvimos que o único resultado desejável na vida é vencer...

 

CONTINUE LENDO

 

 

CUIDADOS PARA O HOMEM

O melhor da Natura para o homem. Produtos inovadores para  barba, cabelo, rosto, corpo e perfumaria.

CONHEÇA

 

linha-completa1