Destaque da cena independente, Carne Doce se prepara para lançar novo álbum

Disco traz 11 canções inéditas e explora insegurança política e psicológica no país.

Em 2017, o quinteto goiano Carne Doce conquistou um espaço importante no cenário nacional de música independente. O grupo marcou presença nos principais festivais brasileiros com a turnê do elogiado álbum Princesa (2016) e viu músicas como “Falo” e "Artemísia" se tornarem hinos feministas. Salma Jô se revelou ainda mais com sua presença arrebatadora no palco: cada gesto da vocalista traduz em movimentos a intensidade das canções do grupo. 

Agora, a banda de indie rock se prepara para lançar seu terceiro álbum com o patrocínio do Natura Musical. Mac, guitarrista do grupo, antecipa: o novo trabalho está mais maduro e introspectivo. O músico também comenta que o álbum, ainda sem nome, é bem diferente do anterior. “É um disco denso, reflexivo, introspectivo e até exigente, no sentido de que não apela com estímulos fáceis ou óbvios. Eu acho nosso disco mais belo".

Fato é que o novo álbum do quinteto terá onze músicas inéditas e está previsto para ser lançado em julho. Carne Doce, formado também por João Victor Santana, Ricardo Machado e Aderson Maia, explorará nas letras o sarcasmo e temas relacionados a um momento de insegurança política e psicológica no país. Diferente dos outros dois trabalhos da banda, esse terá músicas que todos os integrantes compuseram juntos. 

"Acho que esse disco relaxa mais que o ‘Princesa’. E isso funciona porque a gente precisa de coisas desse jeito. Se você está num momento tenso [no Brasil], não dá pra ir todo mundo na mesma onda. Tipo ‘vou usar uns discursos prontos’, querer se aproveitar. Já tem muita gente fazendo isso", reflete João Victor, que também produziu esse e os outros dois álbuns do grupo.

Quem também participa do terceiro disco de Carne Doce é o vocalista e guitarrista da Boogarins, Dinho Almeida. A parceria entre os conterrâneos já vem de outros carnavais, tanto no primeiro quanto no segundo disco, com as músicas "Benzin" e "Princesa". "Nesse, temos uma canção dele [Dinho] e minha, chamada 'Brincadeira'. Ele também contribuiu com a letra de 'O Amor Distrai'", revela Mac. "Todo início de ano, ele chega cheio de vontade para nos agraciar com seu talento. É uma entidade, o Dinho". 

Também ficou ansioso para conhecer o novo álbum do Carne Doce? Acompanhe as novidades do lançamento nas nossas redes sociais:  

_Instagram
_Facebook
_Twitter
_Youtube