7 dicas para lavar o cabelo corretamente

O cabeleireiro Guilherme Cassolari, especialista em cabelo da Natura, ensina a lavagem ideal para manter os fios saudáveis e sedosos

Publicado em 23 abr 2018, 14:04

Cacheadas, lisas, onduladas, crespas. Não importa o tipo de textura, lavar o cabelo sempre fará parte do cuidado diário com os fios. Mas, dependendo de como é feita, além de limpar, a lavagem pode ajudar (ou prejudicar) a saúde das madeixas e do couro cabeludo.

Leia também:

Condicionador: evite os 5 erros mais comuns

Cronograma capilar: o que é o tratamento e como seguir 

Dicas para lavar o cabelo

 1. Frequência de lavagem

Segundo Guilherme Cassolari, especialista em cabelo da Natura, o mais indicado é lavar o cabelo em dias alternados. Lavar pouco pode deixar o cabelo oleoso e, consequentemente, levar à queda dos fios. O excesso de lavagens pode ter a mesma consequência, pelo efeito rebote.

O ideal é dia sim e dia não para qualquer tipo de cabelo. Somos de um país tropical e, por isso, o couro cabeludo transpira mais

Mulheres que possuem cabelo comprido e não têm tempo de secá-lo podem lavar a cada dois dias, segundo o expert.

Mas a frequência exata deve estar de acordo com a rotina e o tipo de cabelo de cada mulher. Quem tem cabelo crespo, por exemplo, precisa espaçar ainda mais as lavagens, pois o shampoo, se usado demais, agride a estrutura desses fios tão frágeis. 

Teste diferentes espaços entre as lavagens e veja como seu cabelo se comporta melhor.

2. Escolha dos produtos

Outra dica do cabeleireiro para manter os fios saudáveis e bonitos é sempre utilizar produtos específicos para cada tipo de cabelo. "Não usar o shampoo e o condicionador ideais é um dos erros mais comuns", fala Cassolari. "Aplicar os itens certos suprirá a necessidade desse cabelo, seja cacheado, descolorido, seja quimicamente tratado."

Como muitas mulheres têm mais de uma necessidade capilar, você também pode ter duas duplas de shampoo e condicionador no boxe e revezá-los. Além de cuidar em duas frentes, seu cabelo vai responder melhor a cada tratamento.

3. Temperatura da água

As altas temperaturas danificam a fibra do cabelo e têm impacto até no resultado da finalização dos fios. E não é só na hora da secagem, a água do chuveiro também atrapalha. Use a água mais fria que você suportar. Se não conseguir tomar todo o banho com ela, ao menos dê, literalmente, um banho de água fria no cabelo no fim da lavagem.

4. Massagem

Quando a gente pensa em lavar o cabelo no salão, já sabe que cada ponto do couro cabeludo terá atenção especial. Se não der para fazer isso em todas as lavagens, tente massagear bem todo o couro cabeludo pelo menos uma vez por semana. Mas nunca use as unhas, apenas a ponta dos dedos. Aproveite esse ritual semanal para aplicar um shampoo de limpeza profunda.

5. Shampoo transparente

Se você estiver sentindo que seu cabelo está pesado, com pouca vida, aplique um shampoo transparente, neutro, antes do shampoo de tratamento específico. Ele ajuda a soltar os fios instantaneamente!

6. Combos diferentes

Dependendo da ocasião e do resultado desejado, Gui Cassolari recomenda diferentes combinações de produtos na lavagem. Para o dia a dia, a dupla shampoo e condicionador é suficiente. Já quando se espera uma ação mais hidratante, após a limpeza, vale apostar na máscara substituindo o condicionador. Faça essa troca uma vez por semana se seu cabelo estiver ressecado.

7. Supernutrição

Nos dias em que o cabelo precisar de cuidados mais profundos, Cassolari indica o trio shampoo, ampola de tratamento e máscara. Você pode usar as ampolas de duas formas: misturadas à máscara – misture apenas a quantidade de máscara que você vai usar naquele dia com todo o conteúdo da ampola – ou depois do shampoo e da máscara. "O ideal é aplicar a ampola a três dedos da raiz, massagear os fios de dois a três minutos e, antes da secagem, aplicar um protetor térmico", orienta.

Conheça os produtos