Encontre por

Cabelo cacheado: 4 segredos para caracóis definidos e saudáveis

As blogueiras Maria Julia e Nina Gabriella e a cabeleireira Daniela Lisboa dividem seus segredos para deixar os fios encaracolados mais bonitos

Publicado em 7 mai 2018, 18:05

Todo cabelo é único e merece um cuidado especial, por isso convidamos três especialistas em cabelo cacheado para contar sobre seus cuidados diários com os fios. Confira abaixo as dicas e experiências das blogueiras Maria Julia e Nina Gabriella e da cabeleireira Daniela Lisboa.

Leia também:

Guia completo de cuidados para cabelo cacheado e crespo

9 dicas para cuidar do cabelo cacheado

Cachos dos sonhos em 5 passos

1. Estimule o cabelo

A blogueira Maria Julia, dona de um black power lindo e volumoso, aprendeu que é essencial ativar as curvas do cabelo com produtos hidratantes. “Minha dica essencial é que toda cacheada precisa estimular o cabelo com um creme. Isso ajuda a modelar”, diz.  Uma sugestão infalível de produto é o Duo Creme para Pentear Ativador e Modelador Plant.

2. Defina os cachos

Para a cabeleireira Daniela Lisboa, a principal dica para estilizar a cabeleira crespa é a fitagem, técnica de texturização que consiste em divider o cabelo em partes e aplicar creme ou gel como se estivesse penteando os fios com os dedos.

Ela conta que, dependendo do estilo de cada menina, o processo pode mudar um pouco. “Varia muito se você gosta do cabelo mais ou menos volumoso. Dá para fazer aquela fitagem mais rapidinha ou mais mecha a mecha, para quem não gosta de muito volume.”

 3. Aposte em acessórios

O período de transição capilar –quando se abandona a química e fica-se à espera do fio crescer-- nem sempre é fácil. Nessa fase, o cabelo fica com duas texturas diferentes: a natural e a com química. Para a blogueira Nina Gabriella, uma forma de enfrentar esse período sem deixar a autoestima abalada é usar acessórios para disfarçar a transição. “Usei muitos lenços, faixas, turbantes. Tudo isso ajuda a esconder as diversas texturas.”

4. Ame seu estilo

O sacrifício de enfrentar a transição traz muitas recompensas. Maria Julia conta que assumir o cabelo natural a fez descobrir uma nova relação com a própria aparência. “É muito gratificante me olhar no espelho e me sentir bem comigo mesma. Após a transição, comecei a receber vários elogios. As pessoas falam que estou bonita, diferente. Essa palavra me encanta. Amo ser diferente”, diz.