Como acabar com a caspa? 9 dicas para eliminar o problema

Além de desagradável, a descamação do couro cabeludo acaba com qualquer visual. Saiba como combater a caspa

Publicado em 21 mai 2018, 17:05

A dermatite seborreica, doença que provoca a descamação do couro cabeludo, é causada pelo desequilíbrio da quantidade de fungos e bactérias no couro cabeludo. Ela costuma piorar nos meses mais frios, principalmente por causa dos banhos quentes. Saiba como diminuir a caspa.  

Leia também:

O que é bom para evitar queda de cabelo? Descubra aqui

Como tirar a oleosidade do cabelo de uma vez por todas

Transição capilar: como enfrentar essa fase

 

Como acabar com a caspa? 9 dicas para eliminar o problema

O que causa a caspa?

A origem pode ser genética, hormonal ou provocada por agentes externos, como stress, clima e excesso de oleosidade dos fios. Ou seja, a caspa não é apenas inimiga das roupas escuras - ela é um indicativo de como anda sua saúde em geral e, principalmente, a saúde dos fios.

Se você sofre com a caspa frequentemente, procure um médico dermatologista para descobrir a origem do problema. Além disso, algumas mudanças de hábito no seu dia a dia ajudam a amenizar o transtorno. Veja:

1. Atenção no banho

Esta dica quase todo mundo conhece, mas não custa reforçar: evite banhos quentes e demorados. A água quente é extremamente prejudicial ao couro cabeludo e também aos fios, pois tira o excesso de oleosidade e faz com que o organismo produza ainda mais sebo. 

2. Produtos adequados

Usar os produtos indicados para quem tem caspa ajuda a controlar o problema devido ao efeito redutor da descamação e da oleosidade do couro cabeludo. O Shampoo Anticaspa, de Plant, com extrato de calêndula, garante sensação de alívio da coceira do couro cabeludo sem ressecar os fios, deixando-os macios, hidratados e brilhantes.

3. Retire bem os produtos

Mesmo escolhendo os cosméticos certos, é preciso ter certeza de que você está removendo bem cada um deles. Resíduos de shampoo e condicionador no couro cabeludo ajudam os fungos a se proliferarem. Pelo mesmo motivo, aplique os cremes sem enxágue apenas no comprimento do cabelo. 

4. Secador controlado

O secador está liberado para quem tem caspa, mas com parcimônia. Mantenha o jato a uma distância de 15 a 30 centímetros dos fios e do couro cabeludo e sempre na temperatura morna. Com ou sem caspa, nunca se esqueça de aplicar um protetor térmico

5. Evite passar a mão 

Muita gente tem mania de ajeitar o cabelo com frequência, mas esse hábito não é indicado a quem tem caspa ou cabelo oleoso. Isso porque o constante atrito entre os dedos e o couro cabeludo aumenta a produção de oleosidade e ainda leva sujeiras para a cabeça. 

6. Não deixe o cabelo úmido

Os fungos amam um couro cabeludo quente e úmido e o resultado é mais e mais caspa. Por isso, nunca durma com o cabelo molhado. Antes de deitar, use o secador levando em conta os cuidados que citamos anteriormente.

7. Cuide da alimentação

Sabe aquela frase "você é o que você come"? No caso da caspa, ela também vale! Está comprovado que alimentos ricos em gordura e açúcar aumentam as chances de o organismo produzir inflamações como a dermatite seborreica. Evite consumir doces, alimentos feitos com farinha branca, frituras e carnes gordurosas.

8. Dê um tempo na química

Procedimentos químicos em geral, como coloração e alisamento, podem irritar ainda mais o couro cabeludo e piorar o quadro da caspa. O ideal é cuidar do problema e, só quando ele estiver controlado, voltar a fazer os processos químicos com que está acostumada. 

9. Evite o álcool

O consumo de bebida alcóolica interfere no funcionamento das glândulas sebáceas, o que faz seu organismo produzir mais óleo e, consequentemente, a caspa proliferar. Deixe os drinques apenas para ocasiões especiais se você estiver lutando contra a dermatite seborreica.

Conheça os produtos