Encontre por

Como recuperar o cabelo dos danos causados pelo verão 

O cabeleireiro Marcos Padilha revela os segredos para tratar e manter os fios saudáveis ao longo do ano

Publicado em 19 mar 2019, 19:03

Ah, o verão! A estação mais alto-astral, que nos presenteia com dias de sol radiante para curtir a vida ao ar livre, praia e piscina, chegou ao fim no dia 20 de março. A partir de então, ele deu lugar às temperaturas mais amenas do outono, que pede uma nova rotina de beleza. Afinal, após tanto sal, cloro e sol, é hora de recuperar aquele que, de alguma maneira, sofreu as consequências de tanta diversão: o cabelo

Leia também:

Hidratação para cabelo: passo a passo para fazer em casa

Hidratação para cabelo rápida: 5 dicas para incluí-la na rotina

Como fazer o cabelo crescer

Mesmo com tantas recomendações sobre proteção solar, há quem não seja muito rigoroso com os cuidados com os fios na época de sol escaldante. Assim como a pele, a tendência é que o cabelo fique então “castigado”, revela o cabeleireiro Marcos Padilha.

O que mais chega até mim nesse período do ano são pessoas que se jogaram no mar, na piscina, tentaram proteger (ou não) os fios, mas invariavelmente, deixam essa atenção com relação aos protetores capilares de lado.  E lá se vai a cor e saúde do cabelo”, conta. 

Os problemas mais comuns, segundo o especialista, passam pelo ressecamento causado pelo sol e, no caso dos fios coloridos, o desbotamento. “A ação do sol com o sal e/ou cloro faz acontecer a reação química da oxidação, que é quando o pigmento de cor, deixando o cabelo alaranjado ou amarelado vai embora”, explica. Padilha lembra que mesmo em águas naturais, como as de cachoeira, é um erro molhar o cabelo e deixar secar naturalmente, sem recorrer a nada que possa protegê-lo. 

“Vitamina T”

Quebra e pontas duplas costumam acontecer em decorrência do ressecamento e de trações sofridas pelos fios ao deixá-los presos por muito tempo. Em ambos os casos, o cabeleireiro recomenda o corte como solução imediata. 

Para um cabelo muito ressecado, com pontas duplas, a saída é um corte”, diz o especialista sobre o recurso, que costuma chamar de “vitamina T, de tesoura”.

Já oleosidade, caspa ou seborreia são orgânicos e não estão diretamente ligados ao verão, mas podem aparecer nesse momento. Em situações como essas, o ideal é procurar um médico especialista em cabelo para tratar o quadro e suas especificidades. 

No salão

Assim que os dias de sol e calor forem embora, é hora de buscar a salvação para a cor e a saúde do cabelo. Mas o que, de fato, pode ajudar nessa época de crise capilar? Padilha garante que tratamentos profundos e intensos são fundamentais. 

“O fio está aberto e poroso. Por isso, no salão, usamos produtos à base de proteína, lipídios, entre outras propriedades, para fechar as escamas e começar a tratar. Essa prática vai reverter o ressecamento, permitindo tonalizar ou retocar a raiz, no caso do cabelo colorido.”

O cabeleireiro afirma ainda que esses processos mantêm a água que já está no cabelo, garantindo o aspecto hidratado. “Recuperar é difícil. É preciso ter paciência para deixar os fios crescerem com os tratamentos adequados”, alerta.

Em casa

Para garantir melhores resultados, é importante seguir com a manutenção em casa. A dica de ouro, nesse caso, é se atentar aos rótulos dos produtos. Procure por aqueles que atendam às necessidades do seu tipo de cabelo. 

No banho, recomendo sempre fazer a lavagem com shampoo duas vezes para deixar o cabelo bem limpo. Quando você passa a mão nos fios e escuta um zunido, é sinal de limpeza total e significa que as escamas estão abertas para receber as vitaminas do tratamento adequado.” 

Para manter os fios saudáveis para o outono e inverno, fica o lembrete de evitar água muito quente. O especialista chama a atenção também para outro hábito ruim: aumentar a quantidade de máscara de tratamento e deixá-la atuando por mais tempo. Isso não potencializa os resultados: evite! 

“Deixar os produtos mais do que o tempo recomendado nos fios é um erro. É preciso seguir as orientações dos rótulos e especialistas e deixar o mínimo possível de resíduo no couro cabeludo”, finaliza Padilha.

Sugestão de produtos

Receba novidades

Cadastre-se e receba mais dicas

Conheça os produtos

R$ 46,60R$ 46,60