Para ser homem: viva uma relação completa com suas emoções

Depois de ignorar tantos sentimentos, é difícil que você mesmo se conheça

Publicado em 21 jun 2018, 21:06
Por Papo de Homem

De acordo com a ciência, os seres humanos têm sete emoções básicas e universais: felicidade, surpresa, raiva, medo, tristeza, repulsa e desprezo. Apesar disso, não são raras às vezes em que nós, homens, evitamos aceitar que elas existem ou expressá-las.

Leia também:

Homens: é hora de olharmos para o espelho

Homens podem ir além do papel de provedor financeiro

Maquiagem masculina: guia para preparar a pele

Divulgada em 2016, uma pesquisa realizada pela ONU Mulheres e pelo portal Papo de Homem – com mais de 10 mil homens por todo o Brasil – revelou que 66,5% de nós, homens, não falamos sobre medos e sentimentos profundos nem com nossos melhores amigos.

É claro que falar de coisa boa é ótimo, mas, se não permitirmos que as pessoas que gostam da gente entrem em contato com situações ruins ou que nos incomodam, quais as chances de que esses amigos realmente nos conheçam?

Pior: com o passar dos anos, depois de ignorar e deixar tantas coisas de lado, será que nós mesmos nos conheceríamos bem o suficiente? Ou só estaríamos em contato com uma parte do que somos, o personagem que escolhemos mostrar publicamente?

Sem seguir modelos

Chega de criar obstáculos para nós mesmos. É tempo de os homens se expressarem — e se aceitarem — por inteiro.

Viver uma relação completa com nossas emoções mais básicas permite que a gente entenda e seja justo com quem a gente, de fato, é.

Sem modelos a serem seguidos, sem colocar ainda mais pressão sobre os nossos ombros. A nossa verdade, o nosso ritmo, o nosso jeito de ser e de estar no mundo.

Já ouviu aquela frase “seja homem”? Seja você.  Por inteiro.