The Baggios lança novo álbum com participação de Céu e Baiana System

"Vulcão" é o quarto disco de estúdio da banda sergipana, que traz a conexão entre os ritmos africanos e a música brasileira

Publicado em 17 out 2018, 14:10

Protagonista da cena musical sergipana, The Baggios acaba de lançar seu quarto álbum de estúdio, "Vulcão". O projeto foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2017 com o apoio da Lei Rouanet, e é lançado pelo selo independente Toca do Bandido.

Leia mais:

Josyara lança "Mansa Fúria", seu segundo álbum

Ouça agora "Ansiedade na Cidade", novo disco da Catavento
 

Com 14 anos de estrada, o grupo tem a diversidade como base de uma trilha que começou a ser explorada ainda em seu primeiro trabalho, mesclando timbres clássicos aos riffs bluseiros, atrelados ao rock setentista e a música brasileira.

Em seu novo trabalho, os Baggios referendam sua trajetória, ao mesmo tempo em que buscam traçar outro caminho. “Vulcão”, faz uma conexão dos ritmos da África com o balanço da música brasileira. Do desert blues ao baião, as percussões latinas se misturam às guitarras orientais e aos riffs do blues. 

O disco conta com participações bem especiais: a serena e malemolente canção “Bem-te-vi” traz a maciez da voz de Céu e fala sobre empatia e desapego.  Em “Deserto”, a afropercussão se une a uma batida dançante e ao riff mântrico da guitarra baiana de Roberto Barreto, além da cultura do grave e da linguagem dub de Russo Passapusso, do Baiana System.

Para produzir "Vulcão", Julio Andrade, guitarrista da banda, passou os últimos três anos pesquisando sobre música do norte da África, rock psicodélico da Turquia, música oriental e compositores nordestinos da década de 70. “O Vulcão atrai e ameaça, há beleza e mistério. Sempre cercado da calmaria da natureza, algo feroz acontece no seu âmago e nem todos podem ver, nem todos têm acesso. É lá onde ferve sua essência, o que não se revela”, reflete Julio.

Ouça "Vulcão" na íntegra: