Pais colaboradores agora também têm direito ao berçário da Natura

Mães já podiam deixar seus filhos de até 3 anos no berçário da empresa. Benefício será estendido aos pais

Publicado em 12 dez 2018, 17:12

A partir de fevereiro de 2019, os pais que trabalham na Natura e têm filhos de 4 meses a 3 anos vão poder usar o benefício do berçário dentro das sedes de São Paulo e Cajamar. A medida vem para incentivar a paternidade ativa e o vínculo entre pais e filhos. A iniciativa vale também para casais do mesmo sexo e em casos de adoção.

Leia também:

Paternidade ativa: influenciadores falam sobre o tema

Mamãe e Bebê completa 25 anos reforçando vínculos

Trocador de fraldas em banheiros masculinos: Papai e Bebê abraça essa ideia!

O berçário já é oferecido às mães que trabalham em Cajamar há 13 anos, desde 2013 no Centro de Distribuição de São Paulo (CDSP) e há pouco mais de um ano no Nasp, sede administrativa inaugurada no mesmo espaço. Cada unidade tem equipe e estrutura capazes de atender a 110 crianças.

Pais-colaboradores-agora-tambem-tem-direito-ao-bercario-da-Natura

A medida busca ir de encontro com o novo e amplo papel do homem na sociedade e na dinâmica familiar. A partir do avanço nas discussões e ações relativas à equidade de gênero, o pai passou a ser mais presente e corresponsável pela criação dos filhos. A Natura, por sua vez, reforça esse debate com ativações por meio das marcas Natura Homem e Papai e Bebê.

“Acreditamos na importância da paternidade ativa, não só como forma de atingir a equidade de gênero, mas principalmente pela criação de um vínculo mais forte entre pais e filhos – fundamental para uma relação afetuosa e melhor desenvolvimento da criança”,

explica Marcos Milazzo, diretor de Reconhecimento e Recompensa da Natura.

Recentemente, a empresa iniciou a instalação de trocadores nos banheiros masculinos em restaurantes de algumas cidades por todo o Brasil. Além disso, desde junho de 2016, a empresa oferece licença-paternidade remunerada de até 40 dias, que pode ser estendida para 70, caso o colaborador decida emendar com as férias.