Protetor solar: conheça o poder do óleo de buriti

Rica em betacaroteno, a matéria-prima protege a pele dos efeitos nocivos do sol, além de deixá-la hidratada

Publicado em 30 out 2018, 14:10

Uma palmeira com muitas vocações: assim é o buriti. Usado como alimento e remédio pelos povos do Cerrado e da Amazônia, graças a uma intensa pesquisa feita por nós, teve a proteção solar acrescida à sua lista de qualidades.

Leia mais:

Guia de proteção solar corporal: como proteger a pele no verão

Das raspas secas da polpa de buriti se extrai um óleo bruto rico em betacaroteno com propriedades antioxidantes. Ele é a base do Protetor Solar em Óleo FPS 30/UVA, de Ekos. A marca também aproveitou o óleo na Polpa Desodorante Hidratante Corporal Pós-Sol, que tem fórmula refrescante e estimula a produção de antioxidantes, prevenindo o ressecamento da pele após a exposição solar.

Benefícios do buriti

A grande concentração de betacaroteno no óleo de buriti faz com que ele tenha forte ação antioxidante no organismo e seja convertido em vitamina A”, explica Daniela Zimbardi, uma de nossas gerentes científicas.

“Optamos por obter o óleo de buriti por meio de um processo limpo, ou seja, que não usa substâncias químicas e que, preferencialmente, utiliza baixas temperaturas”, conta Juliana Reigada, pesquisadora envolvida na produção desse óleo.

A opção por esse método de extração tem como objetivo preservar a pureza, a diversidade de compostos e, consequentemente, a potência da matéria-prima. A técnica é diferente do que é praticado com outras substâncias da indústria cosmética, que utiliza ingredientes refinados e que passam por processos químicos como desodorização e clareamento. Essas intervenções permitem que a matéria-prima possa ser mais facilmente introduzida e manipulada em uma formulação. No entanto, elas acabam por remover compostos químicos e nutrientes responsáveis pelos benefícios funcionais para a pele.

Para quem estranha um protetor solar na forma de óleo, é importante saber que é crença infundada duvidar de sua eficácia. Independentemente se é óleo, emulsão ou spray, se tem FPS, tem o mesmo nível de proteção.

A ciência por trás dos produtos Ekos Buriti

A utilização do óleo de buriti como ingrediente principal tanto do Protetor Solar quanto da Polpa Desodorante não foi aleatória. Pelo contrário, é um dos resultados de um projeto de pesquisa amplo que avaliou o portfólio de matérias-primas vegetais da biodiversidade brasileira de Ekos para descobrir suas reais vocações.

Inovadora, a iniciativa mobilizou uma equipe de cientistas no laboratório localizado dentro da nossa sede, em Cajamar (SP), durante três anos.

O processo de pesquisa consistiu no tratamento de pele 3D (obtida em laboratório) com os óleos e as manteigas de Ekos. A partir disso, foi feita a análise de centenas de genes ao mesmo tempo, quando o usual é realizar testes pontuais, um de cada vez.

Realizada essa etapa, foi possível selecionar os genes ou mecanismos mais relevantes para cada ativo. O resultado disso foi produzir os produtos da linha com o ativo mais adequado para cada finalidade desejada, como o caso do buriti como protetor solar.

“Ao contrário do que se pensava na indústria cosmética, óleos e manteigas não são apenas emolientes em fórmulas. Eles podem também ser considerados como potentes ativos cosméticos que apresentam uma série de funcionalidades para a pele”, diz Daniela Zimbardi. A cientista acrescenta que os resultados desse projeto permitiram identificar compostos químicos poderosos para esse tipo de matéria-prima como, por exemplo, os próprios betacarotenos.

Conheça os produtos