COP24: Natura participa de conferência climática na Polônia

Um dos temas do evento é o que as empresas podem fazer para diminuir as emissões de gases de efeito estufa

Publicado em 4 dez 2018, 20:12

Chamar atenção para o aquecimento global é o objetivo da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24), que acontece até 14 de dezembro em Katowice, na Polônia. Keyvan Macedo, nosso gerente de sustentabilidade, faz parte da delegação brasileira no evento.

Leia também:

Produtos Natura são carbono neutro; entenda o que isso significa

“Fomos convidados para palestrar em alguns eventos da conferência. Vamos falar sobre como a Natura integra sustentabilidade no core [núcleo, em tradução livre do inglês] do negócio, valorizando a biodiversidade e as comunidades, sobre como alinhar a atividade empresarial à agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU [Organização das Nações Unidas] e as oportunidades lideradas por ações de cooperação”, conta Macedo.

Um dos temas a ser tratado na COP24 é o que as empresas podem fazer para diminuir as emissões de gases de efeito estufa originárias de sua atividade. O assunto está no centro das nossas atenções desde 2007, quando implementamos o Programa Carbono Neutro. Keyvan Macedo falará dos nossos aprendizados e das nossas conquistas com a iniciativa. 

Programa Carbono Neutro

Graças a ações adotadas no Programa Carbono Neutro, compensamos 100% dos poluentes derivados de nossos negócios. Mapeamos as emissões de gases de efeito estufa de toda a nossa cadeia de valor, desde a extração da matéria-prima que utilizamos nos produtos até o descarte pós-consumo dos mesmos, passando pela produção e pela distribuição.

De 2007 a 2013, reduzimos em 33% nossas emissões relativas (por kg de produto faturado) de gases de efeito estufa, e queremos baixar mais 33% até 2020.

Impulso para inovar

O desafio de reduzir a emissão de gases de efeito estufa impulsiona inovações dentro da Natura, como a priorização de uso de ingredientes de origem vegetal – por ser uma fonte renovável – e o lançamento de refis de nossas embalagens (iniciativa que começou em 1983 e nos fez pioneiros no mercado brasileiro de cosméticos).

As emissões que ainda não conseguimos evitar são neutralizadas por meio de projetos que, comprovadamente, geram impacto positivo para o clima. Em mais de dez anos de existência do Programa Carbono Neutro, já apoiamos 38 projetos de compensação, sendo 32 no Brasil e 6 nos demais países da América Latina em que temos operações (Argentina, Chile, Colômbia, Peru e México).

Compromisso com o clima

O desafio que temos pela frente é expandir essa transformação que iniciamos internamente em 2007. Com o intuito de envolver outras empresas nessa jornada, lançamos o Edital Compromisso com o Clima, em parceria com o Itaú Unibanco e o Instituto Ekos, em 2017.  O objetivo foi levantar apoio institucional a iniciativas inovadoras e sustentáveis para reduzir a emissão de gases de efeito estufa.

COP24: Natura participa de conferência climática na Polônia

Leia mais