Para a Natura, os direitos humano e ambiental importam muito

Cuidar da origem de nossas matérias-primas é um dos compromissos que assumimos para um desenvolvimento sustentável

Publicado em 24 ago 2018, 17:08

O cuidado com a origem de nossas matérias-primas é um dos compromissos que guiam nosso negócio e constam no documento Visão de Sustentabilidade 2050, no qual reunimos diretrizes para um desenvolvimento sustentável.

Leia também:

Com selo UEBT, Ekos torna visível seu respeito pela biodiversidade

Desmatamento: por que a Floresta Amazônica em pé vale mais

Produtos Natura são carbono neutro; entenda o que isso significa

Esse zelo se traduz pela nossa preocupação em rastrear nossas matérias-primas, buscando respeitos social e ambiental em nossa cadeia de produção.

Por isso, praticamos o comércio justo com nossos parceiros agricultores e comunitários que cultivam os ingredientes da biodiversidade brasileira.

Isso significa que buscamos garantir oportunidade, desenvolvimento, bem-estar e renda para esses pequenos produtores por meio de parcerias em longo prazo, que contribuam para que sejam mais competitivos e prósperos em seus negócios. A intenção é expandir esse formato para todos os fornecedores com os quais nos relacionamos.

Auditoria de parceiros

A escolha de nossos parceiros envolve um processo de auditoria sério e rigoroso, que contribui para a evolução contínua.

Temos um processo de rastreabilidade que busca garantir princípios importantes com todos os fornecedores que fazem parte da comunidade Natura. São eles: respeito aos colaboradores (condições de trabalho seguro, saudável, sem nenhuma forma de trabalho forçado, escravo ou infantil); respeito aos consumidores (comercialização de produtos e serviços que oferecem valor em termos de preço, qualidade e que sejam seguros na sua utilização); respeito ao meio ambiente e administração do negócio de maneira ambientalmente responsável.

Entender a origem nos dá a possibilidade de conhecer com quem nos relacionamos, além de influenciar e participar do processo de desenvolvimento dos nossos parceiros com o mesmo empenho que cuidamos do nosso.

Selo UEBT

Nos produtos Natura Ekos, esse cuidado com a origem se traduziu, em 2018, em um selo para demonstrar que os itens estão em conformidade com os princípios da União para o BioComércio Ético (UEBT), associação internacional sem fins lucrativos.

Para conseguir esse reconhecimento, foram avaliadas a existência de práticas que garantam a manutenção dos ecossistemas, a repartição justa dos benefícios pelo uso da biodiversidade e do conhecimento tradicional associado, o respeito pelas condições de trabalho, entre outros pontos.

Em 2018, 70 ingredientes de 34 fornecedores da região amazônica atendiam às exigências de biocomércio ético.