Frete grátis nas compras acima de R$99 | Entrega segura | Até 6x sem juros
Frete grátis
Insira o CEP de entrega

Isoladas sim, sozinhas não: movimento alerta sobre violência doméstica na quarentena

O número de denúncias de violência de gênero subiu durante a pandemia do Covid-19 no Brasil e no mundo. Saiba o que fazer se você sofre ou conhece alguma vítima

Publicado em 3 Abr 2020, 19:04
Compartilhar
Compartilhe o post em suas redes

Diante da pandemia de Covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou a adoção da quarentena como medida preventiva contra o contágio do novo coronavírus a todas as nações atingidas. O isolamento social, no entanto, tem intensificado conflitos familiares e o aumento de casos de violência de gênero em todo o mundo. 

Leia também:

Violência doméstica: Natura se une ao podcast mamilos para reforçar luta

Física, moral, psicológica: entenda os tipos de violência contra a mulher

Violência doméstica: como denunciar

Segundo levantamento da Central de Atendimento à Mulher - Ligue 180, durante o isolamento, houve um aumento de quase 9% no número de atendimento no Brasil. Entre os dias 17 e 25 de março, foram 3.303 ligações recebidas e 978 denúncias de violência doméstica registradas. Na França, o governo divulgou um aumento de 36% no aumento dos casos só na capital, após as restrições de circulação. Na China, ONGs de defesa à mulher notaram o número de consultas triplicar. 

Em meio à crise global, a ONU Mulheres incluiu em um documento de ações recomendadas durante a pandemia a priorização dos serviços de prevenção e resposta à violência de gênero nas comunidades afetadas pela Covid-19. 

Natura e Avon se unem para combater a violência doméstica 

Diante desse cenário e na certeza de que cada pessoa é um mundo e todo mundo importa, nós e a Avon nos unimos para atuarmos contra a violência de gênero, difundindo conhecimento sobre o tema e cuidando da nossa rede de afeto. 

Desde 2008, o Instituto Avon articula empresas públicas e privadas, organizações sociais e órgãos públicos no Brasil e já destinou mais de 30 milhões para apoiar e proteger mulheres e meninas em situação de violência em quatro frentes: formação e informação, advocacy, engajamento da sociedade e apoio a projetos nas áreas de segurança pública, justiça, saúde e educação no tema. Pelo posicionamento da Natura em estabelecer um compromisso que reforce sua causa “Cada pessoa importa”, a marca também lança ações que visam diminuir os casos de violência doméstica. 

“Para muitas mulheres e meninas, o confinamento pode aumentar a frequência e gravidade dos episódios de violência doméstica, em todas as suas formas. Precisamos redobrar o apoio a essas mulheres, para quem a casa, longe de ser um lar seguro, é o espaço em que está mais exposta ao risco. Queremos, por meio dessas iniciativas, mostrar que elas não estão sozinhas”, aponta Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon.

“Para dar visibilidade à luta contra a violência doméstica, estamos trabalhando para dar suporte, orientação e contribuir para que as vítimas saibam identificar situações de violência e a quem recorrer neste momento”, afirmou Cida Franco, diretora de vendas Brasil. “Historicamente, as marcas são engajadas em apoiar mulheres. Agora unidas, podemos ampliar o potencial de proteger toda nossa rede de relações, entre Consultoras de Beleza, colaboradores e consumidores. Estamos fisicamente distantes, mas precisamos estar mais juntos do que nunca”, argumentou a executiva.

Nas redes sociais da Avon, a hashtag #IsoladasSimSozinhasNão virá acompanhada de materiais sobre saúde mental, prevenção, rede de apoio e canal de denúncia. Com intuito de ampliar a mensagem de prevenção e o enfrentamento da violência, o Instituto Avon, em parceria com as plataformas Papo de Homem e Quebrando o Tabu, produziu uma série de conteúdos digitais que tem sido publicada nas redes sociais do Instituto. Os objetivos são trazer dicas sobre como cuidar da saúde mental durante o período de confinamento, auxiliar as mulheres a identificarem os sinais de relações abusivas e mostrar que elas não estão sozinhas apresentando as várias formas que elas podem pedir ajuda

Natura e Avon somarão forças com um novo canal de atendimento psicossocial batizado de Tina, que será lançado para Líderes de Negócios e executivas de vendas (EVA) – responsáveis por coordenar um grupo de pessoas – para atendimentos, acolhimentos e orientações às mulheres da nossa rede de relações, por meio de uma assistente social especializada, que também é advogada. 

Para atender diretamente a rede de 1,7 milhão de Consultoras de Beleza Natura, o portal de desenvolvimento pessoal e o Aplicativo Consultoria Natura terão uma seção destinada a uma cartilha para identificar casos de violência doméstica e orientar sobre conduta ideal, assim como divulgação de canais de denúncia. 

A Natura patrocinou também uma minissérie sobre a temática com cinco episódios para o podcast Mamilos, disponíveis para todos os públicos, em plataformas de streaming como Spotify e Deezer. Ao final, cada episódio abordará a história de uma pessoa que superou o ciclo de violência doméstica. Entre os assuntos discutidos estarão relacionamentos abusivos, formas e percepções de violência, ideais de masculinidades e amores românticos. 

Para cuidar de suas colaboradoras, a Natura e a Avon vão reforçar a divulgação de um canal 0800 que atende colaboradoras vítimas de violência, no qual é possível receber orientação específica de psicólogos, assistentes sociais e advogados.  

Entre para esse movimento!

Durante uma pandemia, sabemos que o isolamento social é um caminho importante para o enfrentamento. Mas também sabemos que acolher os mais vulneráveis é fundamental para passar por esse momento com segurança. Por isso, é urgente nos voltarmos às mulheres vítimas de violência diária, que estão confinadas com seu agressor.

Você pode apoiá-las de um jeito muito simples. Ofereça ajuda imprimindo e pregando este documento no seu prédio ou condomínio. Se preferir, escreva à mão. O importante é demonstrar para suas vizinhas que elas não estão sozinhas.

Juntas, mesmo que fisicamente separadas, vamos mostrar que barrar o vírus e a violência doméstica é tarefa de todas.

Receba novidades

Inscreva-se e receba ofertas e novidades da Natura.

Novidades NaturaCadastre-se e receba novidades da Natura!
Minha sacola
Você não tem nenhum produto na sacola
Quando você escolher seus produtos, mostraremos aqui tudo que você deseja comprar em nosso site. Informaremos também seus descontos e brindes para receber.
Explorar o catálogo