CADEIA DE VALOR

Impacto positivo: Natura cuida da matéria-prima ao descarte de produtos

Gerar impactos social e ambiental positivos é nosso objetivo ao zelar por toda a nossa cadeia de valor. Conciliar objetivos de negócios, ambientais, sociais e humanos, desde a extração de matérias-primas – que darão origem aos nossos cosméticos – até o descarte das embalagens após o uso pelo consumidor, é o que perseguimos no dia a dia na Natura.

O olhar ampliado para toda a nossa cadeia de valor (nome dado a todas essas etapas) nos permite atuar em diferentes frentes para gerar impacto positivo na sociedade e no mundo. Conheça-as:

1. Concepção e desenvolvimento de produtos

Priorizar ingredientes vegetais é nossa maneira de tocar nossa atividade de modo inovadora, com recursos renováveis. Em 2017, cerca de 84% das matérias-primas de nossas fórmulas já tinham essa origem.

A utilização de embalagens feitas com materiais renováveis e/ou reciclados pós-consumo é outra iniciativa dessa frente.

Para criar ações nessa área, fazemos parte de uma rede de inovação aberta e global, incluindo parcerias com organizações internacionais. Em 2017, R$ 172 milhões (2,2% da nossa receita líquida) foram investidos em inovação.

2. Fornecimento de matéria-prima

Por meio do Programa Amazônia – criado em 2011 –, impulsionamos a geração de negócios sustentáveis na região. De 2010 a 2017, acumulamos mais de R$ 1,2 bilhão em volume de negócios na área.

Compramos matérias-primas para a produção de nossos produtos de 34 comunidades locais e incentivamos técnicas produtivas que já contribuíram para a conservação de 257 mil hectares de floresta em pé e, consequentemente, para a redução do desmatamento, um dos principais responsáveis pelas emissões de gases de efeito estufa no Brasil.

3. Transformação e produção

Somos uma empresa Carbono Neutro em toda a nossa cadeia de valor. O resultado só foi possível graças à mobilização de esforços a partir de 2007, quando foi criado o Programa Natura Carbono Neutro, focado na redução e na compensação de gases de efeito estufa.

Gerar impacto positivo em nossos colaboradores também é um objetivo dessa frente. Em 2017, tínhamos 30% dos cargos de liderança da empresa ocupados por mulheres. Do nosso quadro profissional, 6,1% eram pessoas com deficiência. Alcançar, até 2020, 50% de mulheres em postos de chefia e 8% de pessoas com deficiência são duas ambições.

4. Venda por Relações

As Consultoras de Beleza Natura são a força motriz de nosso negócio e totalizam 1,7 milhão na América Latina (segundo dados do Relatório Anual de 2017). Melhorar a renda média e a qualidade de vida desse grupo fazem parte dessa iniciativa.

Por meio de um plano para o aumento da geração de riqueza para as Consultoras, conseguimos que elas ganhassem 17% a mais em 2017. No mesmo ano, também criamos o Benefício de Educação, que consiste em parcerias com instituições de ensino superior e de idiomas, entre outras, para oferecer descontos e permitir que as Consultoras de Beleza e familiares voltem a estudar.

5. Experiência de marca

Estimular o consumo consciente é uma das iniciativas contempladas aqui. Por isso, mostramos no e-commerce o impacto positivo que cada produto gera na sociedade e no planeta.

Ao comprar uma fragrância de Kaiak, por exemplo, o consumidor fica sabendo, entre outras coisas, que o produto é feito com álcool orgânico, carbono neutro e não é testado em animais.

O objetivo desse inventário de impacto positivo é engajar as pessoas que consomem nossos produtos em temas relevantes para o bem comum e defender valores e práticas saudáveis.

A experiência positiva com nossa marca fecha o círculo virtuoso – por meio do qual procuramos atuar –, e seu funcionamento eficiente nos leva de volta à Amazônia, para ampliarmos nosso relacionamento com as comunidades locais, gerando mais riqueza e preservando a floresta em pé.