Cabelo quebrado: saiba como fortalecer os fios

Seus fios andam sem vida, quebram muito e não têm elasticidade? Saiba o que pode estar causando o problema e veja como recuperá-los

Publicado em 24 mai 2018, 22:05

Sem elasticidade e força, o cabelo quebrado se rompe com facilidade. Diferentemente da queda, que acontece quando o fio se solta da raiz, esse tipo de madeixa pode arrebentar em qualquer parte da extensão, deixando pedaços desiguais no comprimento. Quando isso acontece, significa que o cabelo está danificado, sofreu algum trauma e, assim, enfraqueceu. 

Leia também:

Cronograma capilar: o que é e como seguir

Ondulado de praia: como conseguir o beach hair

Frizz: 5 mandamentos para ficar livre dele

Muitas razões podem causar o problema: excesso de químicas, queimaduras causadas por chapinhas ou secadores, falta de vitamina e até erros comuns, como o atrito da toalha ou força excessiva na hora de desembaraçar. 

Seu cabelo está quebradiço?

Para testar se seu cabelo está quebradiço, pegue um fio e puxe dos dois lados. Repare se logo ele quebra ou se ele estica antes de quebrar. Se ele não demonstrar elasticidade, suas madeixas estão precisando de uma ajudinha. Aqui vão algumas dicas para devolver ao seu cabelo a força de que ele precisa:

1. Dê um tempo aos fios

Uma das maiores razões para o cabelo quebrar é a química, como escovas progressivas, alisamentos, relaxamentos e tinturas. Por serem métodos fortes e agressivos, prejudicam a saúde dos fios, deixando-os sem resistência. Se esse é o problema do seu cabelo, é hora de dar um descanso para ele. Tente fazer pausas maiores entre uma química e outra e corte as pontas com frequência para renovar o cabelo e, aos poucos, remover os resíduos químicos. 

Se você não quiser ficar sem fazer o processo químico, procure por métodos menos agressivos. Além disso, faça apenas um – tintura e progressiva juntas, por exemplo, são uma péssima ideia para quem já sofre com a quebra.

2. Protetor térmico é indispensável

Algumas ações enfraquecem os fios conforme o uso. Esse é o caso de chapinhas, modeladores de cachos e secadores. Por agirem em altas temperaturas, os fios são danificados e, consequentemente, quebram. Os protetores térmicos, como o Creme Pré-Escova Liso e Solto, de Plant, e o Óleo Fortalecedor Patauá, de Ekos, fazem muita diferença, já que são capazes de formar uma película protetora nos fios, segurando a água e previnindo as queimaduras. 

Se seu cabelo estiver muito quebrado, evite o uso desses acessórios também. Ou, se preferir, seque o cabelo com um jato morno de secador: pode demorar mais, mas vale a pena prevenir os danos em longo prazo.

3. Hidratação é essencial

Depois de danificado, os fios precisam de doses intensas de hidratação para se recuperarem. Por isso, vale abusar desse hábito, mesmo o caseiro. Máscaras de reconstrução são ideais nesses casos, já que costumam ser elaboradas para reformular as propriedades naturais dos fios. Nessa etapa, você pode usar a Máscara de Reconstrução do Fio Murumuru, de Ekos, ou a Máscara Fortalecedora Patauá, também de Ekos. 

4. Cuide bem do seu cabelo

No dia a dia, cometemos alguns erros comuns que prejudicam a saúde dos fios e podem deixá-los mais fraco. Esfregar a toalha, pentear de forma rude, deixar os fios presos por muito tempo ou dormir com eles molhados são algumas das atitudes que podem parecer inofensivas, mas vão machucar o cabelo. Por isso, elimine de sua rotina todos esses hábitos.

5. Fique vitaminada 

Cabelo quebrado também pode significar um sinal de falta de vitaminas e minerais. Uma alimentação balanceada é fundamental para que o cabelo fique forte. Temos de incluir em nossa dieta principalmente alimentos ricos em proteínas, como peixe, ovo, carne, leite e derivados, oleaginosas, lentilha e quinoa. As proteínas são compostas por aminoácidos, como a queratina, que é a matéria-prima principal dos fios de cabelo. 

Conheça os produtos