Guia completo de depilação: métodos e cuidados

Conheça as vantagens e as indicações dos métodos de depilação mais utilizados pelas brasileiras.

Publicado em 22 mai 2018, 20:05

Para quem quer manter a pele lisinha e livre de pelos, são vários os métodos de depilação disponíveis. Cada um é mais indicado para um tipo de pelo e rotina. Tatiana Jerez, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que, apesar de todas as técnicas serem popularmente chamadas do mesmo jeito, existem duas categorias de remoção dos pelos: a epilação e a depilação.

Leia também:

Celulite: o que você precisa saber sobre ela

Desodorante: descubra as vantagens de cada tipo

Sabonete líquido ou em barra: descubra o melhor para cada região do corpo

"A depilação é a remoção da parte visível e externa da haste do pelo. A lâmina de barbear, os cremes depilatórios e a tesoura são métodos depilatórios", explica a dermatologista. Segundo ela, o procedimento em que há a remoção completa dos fios desde a raiz é chamado de depilação, como é o caso da cera, da pinça, do laser ou dos aparelhos de Luz Intensa Pulsada (LIP). As duas categorias são eficientes e a opção pela melhor técnica varia de acordo com as necessidades de cada pessoa.

Cuidados diários para a pele depilada

Todas as formas de depilação e epilação produzem pequenas agressões à pele. Por isso, é importante aplicar cremes hidratantes para restaurar possíveis danos.

“Para facilitar a retirada dos pelos, é indicado fazer esfoliação leve na região a ser depilada uma vez por semana, para evitar pelos encravados. Porém, preste atenção para não esfoliar próximo do dia da depilação, para não deixar a pele sensível”, orienta Silmara Hoepers, professora do curso de Cosmetologia da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Santa Catarina. 

Também evite expor a região depilada ao sol por 24 horas, para evitar o surgimento de manchas. “No pós-depilação, é aconselhável passar algum produto calmante para a pele, massageando o local depilado”, conclui Léia Sales, do Salão Scenario, em São Paulo.

Vantagens de cada método de depilação

A professora Silmara e a esteticista Léia explicam as vantagens das técnicas mais utilizadas pelas mulheres.

1. Cera
É uma das técnicas mais queridas pelas brasileiras. “A cera quente provoca leve dilatação dos poros, facilitando a retirada dos pelos. Ela é indicada para áreas sensíveis e pelos grossos. Já a cera fria é indicada para pelos compridos em áreas resistentes, como os braços e as pernas, uma vez que ela adere muito à pele”, aponta Silmara. 

Caso opte pela cera quente, fique atenta às condições de higiene do material. “A reutilização da cera quente é proibida pelo risco de infecção”, lembra Léia.

2. Lâmina
Econômica e indolor, a lâmina de barbear corta o pelo na base da haste, sem interferir em sua raiz. Isso faz com que os fios voltem a aparecer rapidamente. “Para as mulheres, esse método é indicado para todas as áreas, exceto a face”, indica Silmara.

Para proteger a pele na hora de passar a lâmina, a especialista sugere a aplicação de um creme hidratante antes de iniciar a depilação, assim como deixar a lâmina bem rente à pele, com o corte no sentido do crescimento dos fios. Fique atenta à vida útil da lâmina: o ideal é trocar por uma nova a cada três usos.

3. Pinça
Indicada para todos os tipos de pelos, ela retira os fios pela raiz, um a um. Segundo a esteticista Léia, é ideal para a finalização e o acabamento de pequenas áreas e para arrumar as sobrancelhas. Por tirar fio por fio, esse método é mais demorado e dolorido.

4. Creme depilatório
É uma solução doméstica para a depilação de última hora. “Trata-se de um método químico aplicado sobre a pele. O creme faz com que o pelo se parta próximo à raiz”, explica Léia. É fundamental fazer o teste em uma pequena área de sua pele antes de aplicar o creme em regiões maiores. Se surgir alguma irritação, não use o produto. 

5. Linha
A técnica criada nos países orientais é realizada com uma linha 100% poliéster, que, por meio do atrito, arranca os fios – é mais indicada para a região da face e do pescoço. “Um dos seus pontos positivos é executar a depilação sem comprometer a estrutura da pele. Outro diferencial é a retirada de todos os pelos, tanto os finos quanto os espessos”, explica Silmara.

6- Laser e Luz Intensa Pulsada (LIP)
São considerados eficientes por conta do período prolongado sem pelos – em algumas vezes, até de forma permanente. No entanto, Silmara diz que a técnica é mais indicada para regiões que apresentem pelos escuros e, de preferência, pele clara, pois, “em pelos brancos ou loiros, a luz emitida não é atraída, não executando o efeito desejado [de remoção]”.

Conheça os produtos